19 abril 2017

Homenagem do SC Parambos aos Sócios/40 anos (2)

Vamos continuar a reportagem da Homenagem aos Sócio/40anos do S C Parambos. (Para rever o capitulo 1 clique aqui)
 Vamos continuar a rever, neste capitulo numero dois, as entregas dos diplomas agora:
 
ao sócio nº 4 

 ao sócio nº 5
 ao sócio nº 6 
 ao sócio nº 6A 
 ao sócio nº 7 
 ao sócio nº 8
 ao sócio nº 9
 ao sócio nº 10
 ao sócio nº 11
 ao sócio nº 12

ao sócio nº 13
 ao sócio nº 14 

 ao sócio nº 15
 ao sócio nº 15A


 os nomes constantes da lista de sócios que foram diplomados
foi entregue  o diploma, de dedicação e Saudade a Tito José de Almeida uma homenagem póstuma, a sua esposa 

 foi depois descerrada e mostrada aos sócio a fotografia em destaque do Primeiro Presidente da Assembleia Geral do S C Parambos
 este acto foi descerrado pelas mãos de dois netos, Casimiro Seixas e Fernando Morais.

 como constava no programa foi descerrada a foto emblemática, ampliada, da equipa de um Ano Bom e que é a primeira registada de uma  equipa do S C Parambos
 este acto foi pelas mãos de dois atletas que fazem parte da Foto, Luís Aberto Rebelo e António de Castro Pinto, sendo que este tem a particularidade de ser sócio/50 anos do S C Portugal 

 foi um momento deveras emocionante que muito aplaudido a que se seguiu 
 
 um Minuto de Silêncio profundamente sentido

 e a Vida continua a merecer ser comemorada...
...continua...

At Ento/ViverParambos

18 abril 2017

Páscoa 2017. A visita Pascal em Parambos (2)

...Continuamos a rever a reportagem passo a passo que o grupo da Cruz vai fazendo pelas ruas da aldeia.  ( o primeiro capitulo está aqui)
passamos assim ao capitulo 2.

 estávamos a descer a rua da igreja. Já estamos na zona do Chôpo alto, a meio caminho da igreja ao Chôpo.
 continuamos a testemunhar a alegria que se sente ao entrar nas casa que esperam
 que se neste sem cerimónias neste dia de porta aberta
 e ao toque da campainha, se vai o povo movimentando para estar onde a Cruz chega
 e todos simpaticamente posam para este registo que ilustra este dia de cada um
 e que se vai repetir se por acaso nos encontrarmos de novo em alguma casa a seguir
 Pois há regras ancestrais que se cumprem, como a de visitar casas em número ímpar, que dizer: três; cinco; sete.... 
 e depois este dia serve para aquele abraço ou cumprimento que só se faz de ano a ano
e nem todos os dias de Páscoa tem este sol que, este ano, parece irradiar dentro das casas
 e os mais novos vão apreciando este evoluir que dá um ar de festa e sabe bem estar aqui nestes momentos

  pois a vida por vezes aparta-nos da terra por largos meses e por isso é bom sentir este chegar e estar como em casa
 as flores combina bem com a alegria que se sente e dão ar da continuidade da Primavera 
 que os abraços perpetuam como sinal de que vale a pena sentir e valorizar a vida 

 que cada um leva de casa em casa com a Boa Nova  que se anuncia festejando todos este dia

 e o ritmo do compasso não para, quase sem dar por eles aí estão de  novo apanhando o sol da rua
 para o levar para dentro com o compasso e as pessoas sentem que chega em bom  momento
 as ruas vão se abrindo para dar passagem a quem se atrasa

 mas como por magia todos acabam por estar no lugar na hora certa
 e quando a campainha avisa, já está tirada a fotografia
  e assim se vai passando de casa em casa este dia que é de festa...

...continua... no próximo capitulo.

At Ento/ViverParambos