19 junho 2010

Memorial da Nossa Gente (15)

Voltamos ao
MEMORIAL DA NOSSA GENTE
para mais quatro recordações, estas recentes, que aqui, na freguesia de Parambos desde o Bairro a Misquel, fizeram parte do seu percurso e, cada um com o seu saber, deixaram a marca individual que devemos/podemos recordar.




para que se dignifique o seu passado na memória do presente que cada um quiser manter, num simples pensamento intimista, mas que será luz na recordação, pois só morre o que se esquece.

Cabe aqui uma nota em forma de homenagem a José Saramago, que sendo universal da palavra escrita e cultura, entrou também, por esta altura, na eternidade da memória.

At ento

3 comentários:

Morenita disse...

Saudades meu pai!

manuela antunes disse...

a vida é curta mas a memoria é sem fim, assim me lembro de ti que ja pra tao longe e tao cedo nos deixaste
é para ti Merculino

Menino Jesus da Cartolinha disse...

Amo-te tanto avó...