31 agosto 2017

festas de Agosto 2017. A Procissão em Misquel (2)

As festas de Agosto na freguesia de Parambos acontecem em vários palcos e desta vez vamos ver momentos da Procissão em Misquel  para ver a parte (1) clique aqui
 Vamos ver  nesta capitulo, ainda momentos da saída da procissão e organização do staf de recolha de imagens que se movia para o efeito no "teatro das operação" para plagiar a linguagem dos bombeiros na época dos incêndios 
o Divino Espírito Santo, no seu andor,  aos ombros das devotas segurando a pomba branca

vêm-se os "caçadores de imagens" nos sítios mais improváveis, mas os bons ângulos merecem bem este arriscar e subir pelas paredes como veremos ao longo desta reportagem


 
 a luz deste dia estava em sol rasante das 19 horas filtrada por uma espessa nuvem de fumo, vinda dos lados de Vila Real, que dava um colorido que nos vai acompanhar todo o percurso
 e as pessoas ficam bem com esta luz que lhe dá um tom de bronze e de Verão


 depressa chega a procissão à pequena capela, que hoje cedeu o lugar da missa para uma campal
 a procissão espraia-se rua abaixo, que se apresenta com ao seu jardim bem tratado e público 
 as pessoas seguem a procissão ao som da banda
 e dos passos cadenciados e ar feliz por estarem a participar num grande dia 




 e estes momentos também, fazem parte da festa, pois sem imagens as memórias seriam efémeras, e este evento merece a melhor recolha

 a luz deste dia e os ângulos dão por vezes pormenores que escapam aos mais desatentos, que quando virem a reportagem se interrogarão, mas porque não reparei?
 neste dia tudo brilha mais intenso e este  ar dourado dá mais riqueza às imagens que parecem pairar no ar
 e há sempre um olharm, aqui e ali,  que segue este desenrolar da procissão e atento para que nada se desorganize e isso é bom pois mostra vontade e segurança para tudo estar no lugar

 o padroeiro, serenamente na sua estática postura, segue indiferente ou talvez não a este nosso olhar relatador



e a aldeia continua a registar o dia e as visitas que aqui andam e
... continua...
 At Ento/ViverParambos

Sem comentários: