20 abril 2014

O Forno onde se fazem os Folares (2)

 Vamos mostrar a segunda parte da tarefa de fazer os melhores folares do mundo, em Parambos e no forno que durante muitas gerações serviu esta comunidade 
depois de quente, o forno é "Vassourado". vassourar o forno é o acto de "varrer" o resto das brasa que teimam em ficar para trás quando o "rodo" passa para juntar as brasas.
 O "Vassouro" é feito de giestas que se amarram em forma de vassoura e depois ...
 é enfiado num pau, de forma a ficar uma grande vass
 com este "Vassouro" se limpa o chão do forno onde se  há-de por os folares a coser
 Dá-se uma olhadela ao Tendal para ver a evolução da massa que leveda ali no aconchego das mantas e lençóis.
 e agora é que a senhora Teresa entra em cena, ela vai enfornar os folares, por isso pega na pá do fornos e aguarda...
 O pão, pão normal de trigo, é o primeiro entrar

 depois entram os folares de carne, com a sua folha de couve a servir de "tapete"

 depois entram as Bolas Sovadas
 e ficam no forno a ganhar cor, para isoo se faz uma abertura nas brasas que guardam a entrada do forno.
 quando os pães, os folares de carne e as bolas sovadas ganharam cor, prepara-se e entrada dos folares doces.
 é um ritual que se segue à risca o seguinte método: Põe-se a folha de couve na pá. de seguida vem do tendal o folar que assenta na couve. depois uma pessoa pões gema de ovo sobre o folar. de seguida é colocado um pouco de açúcar. stá o fplar doce pronta para entrar no seu lugar no forno para coser

 estes gestos repetem-se coordenadamente para que tudo decorra com a brevidade indispensável para tirar partido do calor do forno.


 Agora podemos ver o momento em que consideramos "meia cozedura" está todo o material em pé de igualdade corando cada um ao seu ritmo e os últimos a entrar, os folares doces, serão os primeiros a sair. 

 Podemos ver agora a resultado de todo o trabalho desta equipa quer estivemos a acompanhar
 e podemos ver com que cuidado se trata, retirando as folhas de couve secas 
 e se arruma para que arrefeça, para depois se provar.
e assim um a um se vai retirando do forno todos os folares.
Deu trabalho mas é com alegria que estas pessoas olham o resultado e os folares parecem sorrir. e  fazem sorris o palato quando se degustam. estavam uma delicia, podemos garantir.
Uma homenagem a todas as pessoas que fazem desta formo os seus folares, mantém uma tradição milenar que é uma homenagem ao Pão e ao trabalho.

At Ento/ViverParambos

Sem comentários: