05 março 2008

Amendoeiras em Flor, em Parambos (2)

Hoje voltamos a falar das flores de Amendoeira, pois é um tema inesgotável com cambiantes de cor que nos espanta, a nós que as vemos todos os anos, e que cada ano é um delicia ao olhar

...




Hoje mostramos estes tons rosa que faz lembrar rostos das moças, quando se lhe diz um segredo apimentado coram! O que será que o vento sussurra ao passar, para estas delicadas flores corarem?


...



É um corar que enche de alegria o ambiente e torna a paisagem delumbrante.

...


Simplesmente magnifico!
São para vós, que não as podeis fruir aqui ao vivo, com as nossas saudades.
At Ento

6 comentários:

Ana Maria disse...

LINDAS!!!
M-A-R-A-V-I-L-H-O-S-A-S!!!!!!!!!!!!
A Natureza é realmente "Divina".
Obrigada por tão belas fotos.

Ana Maria.

monge disse...

Olá amigão

Em duas palavras disseste tudo: "simplesmente magnífico". Espero ainda poder encontrá-las e "caçá-las" em tempo de férias lá para as bandas da Vilariça. Pois é, também já tenho uma "coisinha" igual à tua (note-se que "coisinha" é uma máquina fotgráfica, vamos lá ver!). E ver se alinhavamos então uma "caçada" por esses dias. Pensai nisso. Forte abraço.

monge

monge disse...

P.S.: (post scriptum - nada de confusões)

Desculpa antecipar-me, mas quando lançares os provérbios de Março, podes acrescentar este: "Em Março, tanto durmo como faço". É o que infelizmente me está a acontecer, porque a convalescer de uma valente amigadalite. Mas nada que me impeça de dia 8, marchar, marchar (nem que vá de maca! menos pelo INEM. Irra!)
abração

at ento disse...

Olá Caro amigo Monge.
Pelo que vimos nas TV foi de arrasar, Lisboa encheu-se, até as constipações desapareceram perante tal muralha.

Quanto às flores, quando vieres cá, pela Páscoa?, já só vês as de Pessegueiro ou Cerejeiras, mas são também muito belas.
Mesmo com "arma" pequena se fazem Grandes "caçadas" quando há tempo e paciência e boa luz.
Saudações com um abraço amigo.
At Ento

at ento disse...

Olá Ana Maria.
Valeu!
Pela exclamação, valeu a reportagem, mas são defacto lindas.
Saudações com a nossa amizade.
At Ento

Anónimo disse...

Apesar de tudo, não estou assim tão afastada dessa terra nesta altura.Mesmo à minha frente há um terreno(por cultivar) que também tem árvores floridas que me fazem lembrar os campos floridos da minha aldeia.
É preciso pouco para sermos felizes....não é?
Viva a Primavera e a vida que com ela se renova.