24 dezembro 2008

Natal 2008, as canhotas da fogueira

E a fogueira começou a ganhar forma, mas para isso foi preciso o empenho já tradicional de um grupo pessoas que unindo as suas vontades mantém viva esta tradiçao que dá calor e brilho ao Natal.



























São de todas as idades irmanados neste fazer valer as tradições que continuam a
fazer a nossa história. que a tradição se cumpra.
Bem hajam!
At Ento








11 comentários:

Sei que existes disse...

Passei para te desejar uma óptima época festiva rodeada de excelentes amigos e familiares e que recebas tudo quanto necessitas para ser verdadeiramente feliz.
Beijo grande

Anónimo disse...

Olá a todos!
Espero que as "canhotas" tenham aquecido todos aqueles que dela se aproximaram.
Bom Ano de 2009!
Clarinda

comissão de festas S. Bartolomeu disse...

Hoje foi sorteado o Cabaz de Natal da Comissão de Festas e, por coincidência saiu o Nº do "Levezinho" ou seja o 31, a Feliz contenplada foi a Liliana Gorete Cleto Seixas, sobrinha e afilhada do Helder Seixas.
Parabém para ela e muito obrigado a todos os que compraram senhas.

Continuação de Boas Festas.

Renata A. disse...

Só para desejar um Feliz Natal e um excelente 2009 para a aldeia mais sportinguista de Portugal!!

Ponto+ disse...

Que o Natal tenha sido quentinho como quentinho terá sido o fogo desse "canhoto" que ainda sobrou da fogueira do galo. Continuem a manter vivas as tradições da vossa terra e dai-as a conhecer ao mundo inteiro.
Um feliz e próspero Ano Novo para a aldeia mais verde de Portugal.

Anónimo disse...

As fogueiras não se qualificam pelo seu tamanho mas sim pela qualidade da lenha. Esta éra muito grande mas não foi grande fogueira.

Anónimo disse...

ao ultimo anonimo pro ono vais tu atrás de lenha melhor...

Anónimo disse...

Está bem pro ono vamos os dois

Anónimo disse...

Olá, boa tarde. Fico feliz, pelo facto desta tradição da fogueira, nao se ter perdido no tempo. É bom saber, que ainda há pessoas, que gostam de manter vivas as nossas tradições.
Os meus agradecimentos.
Júlia Ribeiro.

Anónimo disse...

eu so não vou para o ano so sando que não possa,ou esteja doente como a tradição diz eu vou todos os anos...

Anónimo disse...

Parabens pela fogueira que aqueceu as gentes da minha terra. Que as tradições se mantenham.