18 dezembro 2007

Memorial da Nossa Gente (3)

É sempre tempo de recordar e na época natalícia estamos mais sensíveis à lembranças dos que um dia partiram e deixaram saudades. Há recordações que se vão-se esfumando por isso nós vamos, de vez em quando, trazer à memória colectiva gente que viveu a nossa aldeia e fazem parte da nossa caminhada comum.


Este casal que na Rua dos Quinteiros fez o seu lar e por lá passaram muitos e todos tinham lá um espaço para estar ou para ficar, quem tem mais de 45 anos, dizem-nos, sabem do que estamos a falar. Quem tiver memórias e quizer descrevê-las comentem por favor pois assim nos vamos enriquecendo.
Mas há também uma intenção, a de chegar a S Paulo, Brasil, pois há lá alguém que sendo desta giesta nunca chegaram a conhecê-los.




Este outro momento tem um toque Sportinguista de garra e de gema, é a memória de um adepto, dizem-nos, sempre disponível para o verde.

Esperamos que os mais jovens procurem aos avós, ous aos pais quem são os nossos recordados de hoje, para conhecerem melhor o povo de que fazem parte.
At Ento

10 comentários:

Daniel disse...

Então ninguém conhece esta gente?
Eu estou curioso para saber quem são.
Inté,
Daniel

Eduardo disse...

Este casal muito embora não seja do meu tempo eu sei que são os pais da minha tia Maria Erminia.
O homem que está sosinho este sim é do meu tempo, este era o Sr. Filinto Féliz, um GRANDE SPORTINGUISTA.

Saudações Leoninas

Helder Seixas disse...

Segundo rezam as crónicas da altura o sr. Filinto foi um grande guarda redes, talvez pudesse fazer uma perninha no Sporting e que falta fazia!! para mais sendo um Sportinguista de alma e coração.
Saudações, Helder

at ento disse...

Olá Conterrâneos e bloguista.
As memórias constroem-se e nós só recordamos o que vivemos ou o que os outros viveram e contaram.
A História desta Gente já foi escrita/vivida à uns bons tempos mas agora aqui fica ao alcance de todos sabermos dessa mesma história.
Muito bem respondeu o Eduardo e o Hélder, eu posso acrescentar que a senhora, era conhecida por Luísa Capitôa.
Por agora, esperamos que mais alguém recorde mais um pouco e nos diga.
Saudações com amizade.
At Ento

Nair disse...

Com muita saudade e alegria vejo meus tios Antonio e Luiza retratados no blog, tal recordaçao me trasnporta para um tempo só existente na memória. Espero que continuem a despertar lembranças tao queridas como esta, nos trazendo um pedaço de Parambos apesar do tempo e da distancia.

Saudaçoes do Brasil,
Nair Almeida

at ento disse...

Olá Nair.
É muito bom ouvir as suas entusiasmadas palavras que falam de saudade e memória, ficamos gratos pois nós valorizamos as memórias da nossa aldeia e queremos torna-las vivas para os mais novos, pois só conhecendo bem as origens se pode traçar melhor o caminho para o futuro.
Daqui da Aldeia mais Verde de Portugal, PARAMBOS, enviamos saudações com amizade e votos de BOM NATAL.
At Ento

Beto disse...

Parabéns por esta memória a tia Luísa e marido que vagamente me lembro deles e do Grande amigo e Sportinguista e atleta do S.C. Parambos Grande guarda redes que foi O Senhor Flinto Félix. Gostava muito do Sporting e de beber o seu copito. Tinha sempre um copo amigo no seu tonel da sua adega. Era eu criança e lembro-me do Senhor Flinto Félix sempre com um grãozinho na asa (copinho) mas sempre uma pessoa educada e amigo do seu amigo. Quando estava com um copito ralhava muito era com o seu cavalo. Um abraço e um FELIZ NATAL

Paramboense e Amigo disse...

Um feliz e santo Natal e um ano de 2008 para todos em especial para as nossas gentes Paramboenses no Basil. Um abração forte para todos.

at ento disse...

Olá Beto.
As tuas memórias enriquecem mais com os pormenores interessante que acrescentas sobre os personagens que aqui recordamos.

assim vamos construindo com palavras registadas aqui umas páginas da história da nossa gente.
Saudações sempre verdes e Boas Festas.
At ento

at ento disse...

Alo conterrâneos do Brasil.

Para toda a bela nação verde/amarela e suas gentes desejamos que o Papai Noel venha cheio de surpresas boas.
BOAS FESTAS, daqui da Aldeia mais Verde de Portugal, Parambs.
com amizade.
At Ento