14 julho 2008

O que a História diz de Parambos

Hoje vamos deixar as provas que a história tem da nossa aldeia e que diz da sua importância ao longo dos tempos. muitos saberemos mas muitos desconhecerão, agora todos podemos ficar a saber.

Parambos


Localização física

"Situada na margem esquerda do rio Tua, em ambiente físico de grande beleza, Parambos é constituída pelos lugares de Misquel, S. Pedro e Venda Nova. Encontra-se a sete quilómetros de Carrazeda de Ansiães.

História

O curioso nome da freguesia relaciona-se com o português antigo. Segundo Pinho Leal, Paramo significava lugar, povo, quinta, casal ou herdade que tinha os privilégios de honra, por nele se haver criado aos peitos de alguma mulher casada, o filho legítimo de um rico-homem, ou fidalgo honrado. Era este um dos grandes abusos que os fidalgos cometiam, e que se opunham aos interesses do estado”.
O abade de Baçal tem, no entanto, uma teoria diferente, e coloca a hipótese, entre várias, de Paramos (Paramio) significar campo inculto e desabitado.


A Lenda
Em redor da sua fundação, “gravita” uma teoria segundo a qual uma praga de formigas teria obrigado os seus habitantes a abandonar o local de origem da povoação e a deslocar-se para o sítio onde se encontra hoje. Uma lenda, igual a tantas que por esse País fora continuam a circular, mas que infelizmente ainda é adoptada como verdadeira nos nossos dias, por autores que deveriam distinguir convenientemente a realidade da lenda: “A formiga branca, terrível térmita que tudo devora e se alimenta da celulose concentrada na madeira, é irresistível e, daí, a impotência e o desespero dos habitantes da antiga Parambos”.

Legados do que foi

Parambos foi uma vigairaria da apresentação da nutum do reitor de Linhares, tendo posteriormente passado a reitoria. Tinha de rendimento anual oito mil e seiscentos réis, quantia que, embora muito diminuta, era completada com o rendimento do pé-de-altar.
Do século XVIII é uma excelente pedra de armas que se encontra numa das mais importantes casas senhoriais da freguesia. Apresenta as armas dos Ferreiras.

Personalidades
....


Nasceu nesta freguesia Manuel de Morais Magalhães Borges - ilustre personalidade do concelho, foi fidalgo da casa real e escritor da sua terra. Deixou uma obra fundamental sobre o concelho, “Notabilidades Antigas e Modernas da Vila de Ansiães”.


Padre António de Sousa Pinto e Magalhães - nasceu em Parambos, concelho de Ansiães, foi co-autor das "Memórias de Ansiães" em 1721. "



Porque é importante sabermos da importância que a nossa aldeia teve ao longo da história. Aqui ficam estes escritos que nos dizem de gente importante que deixou marca nesta aldeia e em Portugal.

At Ento



5 comentários:

eduardo disse...

Eu já sabia a história mas é sempre bom recordá-la.

at ento disse...

Olá Eduardo.
Agora fica publicado aqui e assim quem visitar este cantinho fica também a saber, pois são factos que revelam a importância da aldeia e da sua evolução.
Saudações com amizade.
At Ento

Lektor disse...

Ora aqui está um pouco da história de Parambos que é sempre bom saber e que importa não esquecer.
Um abraço para o At ento,
Lektor

at ento disse...

olá Lektor.
Para que a memória esteja sempre à mão pois as nossas coisas merecem destaque e, se a História registou tais factos, devemos sabe-los para deles termos orgulho.
Abraço com a nossa amizade.
At Ento

Clarinda disse...

Olá!
É muito esquisita a evolução de paramos( ou paramio) para Parambos. Gostaria de saber mais, se fosse possível... Onde posso ver isso? Por que terá surgido lá o"b"?
Um beijo para todos
Clarinda