20 setembro 2010

Frutos do Outono, as Uvas

É do tempo, sempre assim acontece. Chega o Outono, e os últimos raios de sol são para adoçar e alourar as uvas, que mesmo mantendo-se escondidas na folhagem, transformam em açúcar, todo e qualquer orvalho batido pelo sol deste tempo.

e assim os cachos vão "inchando" de doçura e promessa de bom néctar que terá aquele toque especial que fará estalar a língua de prazer, mas isso é para mais tarde.

por agora ainda é tempo de pegar num respigo e saborear, mastigando e sentindo no palato todo o intenso sabor desta fruta especial que sacia, adoça o espírito e aquece a alma.

que este postal desperte o apetite, ou a saudade. Quem estiver perto às vá comer à vinha, amanhã de manhãzinha, quem estiver longe as vá recordando assim gostosas de ver.
At Ento.

2 comentários:

voninha disse...

Olá, lembro com saudades, a primeira e única vindima que assisti em toda a minha vida, em Parambos precisamente... corria o ano de 75...
Que corra tudo bem e que as uvas sejam bem docinhas!
Cumps.
Ivone

at ento disse...

Olá Voninha, nossa primeira "seguidora".
Considera estes postais para ti já que te trazem tão boas memórias de uma única vindima e logo em Parambos.
São esses os nossos intentos, manter memórias para que tudo o que se relaciona com Parambos não seja esquecido e se possível partilhado, como o fizeste.

Saudações verdes com a nossa amizade.
At Ento