07 agosto 2007

Memórias da NOITE DOS BOMBOS

Vamos hoje recordar as memórias da Noite dos Bombos, uma tradicional noitada que já remonta ao Século passado e tem a proeza de já ter acontecido em dois milénios

A noite dos Bombos desde cedo e graças à visão e empenho do Hélder Seixas, começou a ter uma imagem de marca que são as camisolas.

Aqui fica recordado a primeira camisola feita propositadamente para este evento, nela se assinala o ano, embora oficialmente já tivesse existência, pois o ano de 1995 é defacto o ano início neste formato.



Desde então todos os anos se confecciona uma camisola com um desenho alusivo elaborado a convite


Neste ano o motivo foi o Fontanário, onde se pranta o Parambos, todo altaneiro e guardião do centro da aldeia, no Chôpo.


O desafio à memória será tentar adivinhar o ano e o autor, pois vão ser apresentadas aleatoriamente e não por data da execussão .

Hoje ficam duas, vamos continuar a publicar as restantes camisolas.
At Ento

9 comentários:

Anónimo disse...

ola atento

para mi me parece no anno 2002 o 2003
porque 2005 foi tambien verde mais era a tilia e 2006 era de cor amarala para a criancas e cor de laranja para a pessoas grandes

abraços com amizade
christina

Anónimo disse...

O inicio da noite dos bombos com bombos e camisolas foi na verdade o ano de 1996 antes era a noite das latas o que só se fazia uma vez por acaso quando por mero acaso nos juntavamos já por volta das 2 ou 3 da manhâ e nos lembravamos de ir tocar as latas. Só em 23/08/1996 a que apareceram os pequenos bombos que o Clube comprou e alugava. Esta iniciativa dos bombos e camisolas foi trazida de Mirandela pelo Beto que na altura fazia parte da comissão de festas da qual eu tambem o fazia e foi assim que começou a noite dos bombos e camisolas em Parambos. Um abraço e uma boa noite dos bombos este ano com muita pena não vou poder estar lá.

Anónimo disse...

Parabens por mais um ano de bombos que se esta a aproximar. Quanto ás camisolas para mim a camisola de 1996 1ª desta colecção foi a mais bem conseguida quanto ao desenho parabens ao desenhador (Agostinho)

mm disse...

É verdade amigos que bem me lembro 96 foi o ano das melhores festas com o conjunto a tocar até ás 5 da manhâ quase sem parar e com o largo sempre cheio. Depois de parar o conjunto, o pessoal do mesmo junto ao bar da esquina da sacrestia ao toque do acordião foi tocar e cantar até as 7 da manhã. Quem esteve lá deve lembar-se de certeza desta grande noite. Eu etive lá O conjunto era de Bragança e animou e encantou toda a gente. Um abráço e boa festa se poder lá estaremos para mais uma

Anónimo disse...

A Noite dos Bombos foi sempre a noite mais divertida das festas de Parambos... para quem não estava na cama, claro...
Quanto às camisolas, as datas perdem-se um pouco na minha memória, mas pelo menos, sei com toda a certeza que datam todas de um dia 23 de Agosto:-)
A primeira já não me lembrava quem foi o autor, mas a segunda, é da autoria do Li e deve ser de 2005 ou 2006. Lembro-me bem do cheiro a cerveja da minha no dia seguinte...

Anónimo disse...

A segunda camisola a estampa é da autoria do Li e data de 1997.

Atento disse...

Olá caros bloguistas, conterrâneos e amigos
A solução está certa para quem disso que o autor do tema, de Parambos a tocar bombo em fundo verde, foi o Li Malheiro.
a data foi de 1997.
A primeira é uma imagem standar e deve ter sido escolhida pelo Hélder.
vamos ao segundo desafio que já está em página.
Saudações com amizade

Anónimo disse...

Qlá caro atento.
Quero apenas fazer uma correcção, a noite dos bombos foi trazida para Parambos pelo Rui Lima, Pelo João Fernando e pelo Daniel que em 1993 ou 1994 foram à festa de Mirandela e logo nesse ano foi feita sem ser planeada com muitas latas presas a uma bicicleta puxada pelo Rui Lima e com todos os outros jovens a baterem-lhe com paus.

Helder Seixas disse...

Confirmo a versão do "anonimo" anterior e nesses,um ou dois anos seguintes até surgirem as primeiras camisolas em 96, angariaram-se fundos no clube para comprar os primeiros bombos dos que actualmente temos.