23 junho 2008

Saudemos o Verão



Hoje vamos despertar os sentidos para as cores que invadem este fim de Primavera às portas do Verão. São tons que existem em todo o lado, mas estes são tocados pelo sol que passa em Parambos , logo os verdes são muito mais belos e assim todas as outras cores brilham por simpatia.


Os Trocles, ou as dedaleiras embandeiram os caminhos e as paredes, onde não chegou o herbicida, e dão-se assim belas como arcos que aguardam a passagem de gente importante.


E as Ginjas? tão singelas e tão rubras que despertam os sonhos dos lábios vermelhos.



melhor do que uma ginja só mesmo um ramo delas.



Melhor ,melhor é mesmo uma cesta delas e a promessa de uma ginjinha em compota que é manjar de deuses



E depois há a promessa da amora das silvas, é verdade, as silvas que tantas dores de cabeça dá ao lavrados, tem estas flores muito belas e daqui saíra amora...


Mas no Verão podem ver-se estas construções, com vida dentro, onde espreita serenamente o passarito que aguarda pacientemente que a "mama" pássara traga a lagarta.
Com estes postais que realçam a natureza que por aqui passa, desejamos a todos um Verão radiante.

At Ento

8 comentários:

Blue Eyes disse...

Olá At Ento:

Bonitas imagens que nos deixas hoje!Retratos de um Verão um tanto ou quanto esquisito de tempo...espero que estabilize.Mas sim saudemos o Verão...

*** grandes amigo.Boa semana.

eduardo disse...

Já atingimos as 30.000 visitas a este Blog espetacular.

Obrigado At Ento e PARABÉNS

Anónimo disse...

Olá a todos!
É viciante! Já se tornou uma rotina para mim vir visitar-vos.
Saúdo o Verão, embora deteste o calor daqueles dias irrespiráveis.
Saudações
clarinda

eduardo disse...

Dia 29 de Junho aparecam no São Pedro para ir á missa e depois comer umas sardinhas e um caldo verde.

Miguel disse...

Pois é Atento 30000 Não é para todos, Parabens. Embora não goste mt do calor mas o veraõ é uma estação especial para a nossa terra, pois todos os dias sao dias de festa em convivio com 0s nossos familiares emigrantes. Saudações verdes para todos.

Jú disse...

Só foi pena que as ginjas não tenham crescido mais. A aguardente, vai fazer desparecer a polpa, o que é pena...

sofia m disse...

Enquanto há ginja, há esperança (de provar uma bela compota).

Boa festa de S. Pedro.

Anónimo disse...

A propósito de festa de São Pedro, lanço aqui um desafio:Venham à sardinhada, acompanhada de caldo verde na Rua da Sra Alzira.