15 fevereiro 2011

Brasões com fontanários e outros elementos representativos

Já tínhamos tratado este tem, mas achamos interessante o interesse despertado pelos postais do Fontanário do Chôpo. o que prova que essa atitude de criar devia ter envolvido toda a população para que todos se sentissem identificados com o símbolos, coisa que é difícil alguém se identificar com ferraduras...


se clicar aqui  Brasões, acede às postagens sobre o tema neste. blog.
Deixamos aqui uma pequena amostra de como todos os "fontanário"  cabem nos brasões ou outros elementos por mais estranhos que possam parecer, basta serem representativos



e as torres também podem ser trabalhadas, pois são vários os modelos que se podem ver.
Mas criar dá trabalho e saber escolher requer sensibilidade e muito diálogo com as pessoa que irão usufrui do fruto dessa escolha... alguns acham que é mais fácil chamar "quem sabe" paga uma receita que serve para qualquer um, mas perde-se identidade.




 Esperamos que estes exemplos sirvam para ver como é bonita a diversidade criativa.

At Ento

13 comentários:

Beto disse...

Quando não se sabe do que se passa ou passou, deve-se estar calado. Essa desses simples brasões do inventor Li já metem fastio. Quanto ao fontanário comparado com o alçado da Igreja não vejo qual a importância. Quanto ao brasão da freguesia de Parambos foi aprovado pelo executivo da junta e pela assembleia de freguesia e alguns populares. Pensado e executado segundo a lenda de Parambos. Será que tinha-mos que fazer um referendo? Para alguns talvez.

Anónimo disse...

So vejo aqui 2 postais com verdadeiros brasoes. Fontenetarios, nenhum apenas em 2 uma fonte que na toponimia tem a ver com fontes termais. Tanta coisa de importante na freguesia e limita-se o senhor Atento a perder o seu tempo a falar de coisas sem importancia. Enfim e o que se pode arranjar.

at ento disse...

Olá Beto.
Grande lição de democracia: Estar calado?... fazer referendo para quê?..., quando se quer decidir em tranquilidade e em harmonia não faz mal, até valoriza a tomada de decisão, consultar quem tem opinião, neste caso o povo de Parambos, ou só alguns é que contavam?
saudações democráticas e verdes.
At Ento

at ento disse...

Olá Anónimo.
aqui estão defacto dois exemplos mas mais haverá por esse Portugal fora. Fontes termais não são fontes? é outra água? mas foram escolhidos para figurar como símbolo dessas terras, Mas para os paramboenses, de certeza que o nosso Fontanário será sempre o melhor, pois é nosso.
É isso, as coisas da nossa Freguesia, são importantes por isso se vai falando delas para que a memória não atraiçoe mais tarde. saudações verdes.
At Ento

Anónimo disse...

Concordo com o Fontanário mas concordava mais com a Igreja e também teria que ter alguma coisa que desse a demonstrar que Misquel tambeém pertence à freguesia.

Anónimo disse...

Concordo que o Fontanário é um Símbolo de Parambos, mas concordava mais com a Frente da Igreja e com alguma coisa que identifique também Misquel porque não devemos esquecer que eles também fazem parte da Freguesia de Parambos.
Mas o que eu acho mesmo o que devia estar no Brasão era um Leão, porque onde quer que alguém o visse, era logo associado a Parambos.

Um abraço e saudações Cordiais

Anónimo disse...

Boas,penso que o melhor brasão que podem escolher para Parambos será uma nave espacial com a respectiva tripulação " EXTRATERRESTRES "

at ento disse...

Olá, Anónimos.
Bem observado, Misquel é, sem favor, uma bela aldeia e pertença da freguesia, devia também ser chamada a dar uma opinião, claro! embora o Padroeiro, talvez, simbolizasse a festa, a tradição e a fé da freguesia, talvez?!
Esses Extraterrestres seriam verdes, de vaidade, de certeza!
Saudações cordiais.
At Ento

Anónimo disse...

Pelo pouco que sei mas pelo que por vezes se houve falar, os brasões, sejam familiares, sejam concelhios e de freguesias, normalmente têm uma história, como natural de Parambos há 58 anos, nunca em momento algum soube que o fontenário do chôpo tenha história, é apenas um fontenário que em tempos a junta de freguesia quando o tirou do seu lugar original para o lugar actual na altura era para o tirarem para assim se alargar a rua. Importante sim é a nossa igreja com os seus 300 anos e pelo que se vê aqui tem menos importância que o fontenário do chôpo.

M.Pinto disse...

Mais importante e mais conhecida que esta fonte digna do seu brasão é a FONTE-BIEITA.

Anónimo disse...

Depois de todas estas ideias iluminadas, deixo aqui a minha:
Porque é que no tão falado fontenário da ex.Rua 25 de Abril e agora Largo do Chôpo, em vez de uma cara não puseram lá um Leão? Não é essa a aldeia mais verde de Portugal?

Anónimo disse...

Realmente esta gentinha não se enxerga. Querem ver que agora o simbolo de Parambos deixou de ser O Parambos para passar e ser um leão!

Mª Pinto disse...

Voltando ao tema de brasões e fontenários, quero aqui responder a um anónimo/a que caso não saiba conheço bem o concelho pois dedico-me a estudos de lendas, tradições e a tudo que se pode passar no meus concelho não só na minha freguesia "Pereiros" como também no resto das 18 freguesias do concelho de Carrazeda de Ansiães. Não com a mania de que sei tudo mas que sei algumas coisas. Se este anónomo/a quiser saber o que não sabe aconselho-o a ler o livro "Terra Quente" Nele se fala do concelho e suas freguesias. Não conheço o brasão de Parambos conheço sim os brasões não no todo mas em parte de Portugal. Conheço bem Parambos e suas gentes fizeram parte de um estudo que fiz no concelho para a minha tese de curso sobre recursos humanos e o seu habita-te. Porque gosto de me sentir actualizada no dia a dia descobri este blogue no Google que me matou a curiosidade em consultar não por saber tudo.
Um abraço para as pessoas de Parambos, um especial para a Srª Emilia que vive no largo do centro da aldeia onde se encontra o fontenário do Parambos que na minha visita a Parambos me ofereceu umas saborosas e deleciosas alheiras e uns biscoitos tudo feito por ela.Um obrigada também para a junta da altura, 2007 pelo apoio dado.