21 janeiro 2008

Memorial da Nossa Gente (4)

No "Memorial da Nossa Gente", trazemos hoje a memórias de conterrâneos que Parambos recorda com saudade. É-nos muito grato podermos destacar aqui pessoas que preencheram os dias da nossa aldeia com as suas lides e a sua presença não foi em vão, por tal as recordamos com saudade, sentindo, nela, os aromas a pão quente e o calor da vida, laboriosamente trabalhada, no Forno de Baixo







Fica o desafio para quem se recordar desta GENTE, falem para que os mais novos compreendam melhor a nossa aldeia e o seu passado. E porque falamos no cheiro a pão quente, muito moderna a expressão mas, que entronca profundamente no antigamente da nossa aldeia

5 comentários:

Daniel disse...

Eu sei quem é a....e o ....
Fico a aguardar pelos outros 50% que não conheço.
Inté,
Daniel

Beto disse...

Obrigado Amigo At ento por estas belas memórias dos meus queridos avós e do tio Levirio o outro amigo não sei quem é. Um abráço amigo.
Beto

Anónimo disse...

È com muita satisfação que relembro a imagem dos meus avós. Obrigado!

eduardo disse...

Olá amigo At Ento e caros bloquistas.
Aqui vai o meu palpite: os 1º dois são os meus avós paternos Maria do Rosário e Artur Rebelo; depois é o António Rebelo que era meu visinho e por fim é o Sr. Levirio.
Belas recordações dos nossos conterrâneos.

Um abraço.

Nair disse...

Daqui do Brasil reconheci todos, em especial meu querido tio Antonio Rebelo. Gostaria de mais fotos, tanto daqueles que partiram como os que aí estão.

Um abraço da conterrânea,

Nair