10 outubro 2007

Memórias de Parambos

Vamos hoje olhar momentos de um tempo passado que já não são hoje vistos assim.



Esta paisagem hoje está modificada, embora o cabeço esteja com o mesmo ar.

Esta Rua, das mais importantes de Parambos, tem o ar característico da rusticidade desse tempo, hoje está mais alindada, mantendo, no entanto, a mesma forma


Esta cena é que é mais difícil de observar, mas aqui estavam todos os elementos que se usavam nas casas da nossa terra, a pedra das escadas, a madeira do corrimão e a lousa, um óptimo isolante e melhor impermeável, e claro os panelos que serviam de vaso às flores.
Quem identifica estas cenas?
At Ento

11 comentários:

Anónimo disse...

Boas.
Estas fotos trazem-me á lembrança momentos da minha infancia,quando estas imagens faziam parte do meu dia a dia,é bom recordar Parambos como o conheci.
Mas vamos ao enigma,a primeira foto, foi tirada no adro em frente á igreja,virado para o cabeço,e mostra a casa do sr. Antonio, a segunda foi tirada na rua dos quinteiros,esta casa fica ao fundo,pegada á casa do sr. Alberto,e a terceira é de uma casa na junção das rua da vítória com a rua dos Rebelos,a casa fica em frente á antiga casa do sr.Cândido.


Fiquem bem.
João Rebelo (Beto)

Anónimo disse...

Belas fotos do nosso Parambos
A 1ª tirada do adro era a cortinha do Srº Aurelio Pinto agora do Srº António Batista aquelas pereiras ali plantadas davam grandes peras a 2ª e a 3ª na histórica rua dos Quinteiros a casa da Srª Antoninha Malheiro (Li)agora do Srº Jorge e já modificada

at ento disse...

Olá caro João Rebelo, (Beto).
Acertas-te em quase tudo, pois como dizes conheces bem, faz parte do nosso crescer, mas no que toca à Rua da Vitória, não é daí essa bela escada.
Saudações com amizade.
At Ento

at ento disse...

Olá caro Anónimo.
Tens memória e acertaste plenamente, estes recantos, de tanto os vermos não são de esquecer. Defacto, a escada pertence à casa da Rua dos Quinteiros que pertenceu a Antónia Malheiro e mais tarde a Ana Malheiro e agora, depois de restaurada tem novo proprietário.
Saudações com amizade.
At Ento

jf disse...

A rua dos Quinteiros deveria constar no jogo do monopólio. Abraço!

Anónimo disse...

As escads da última foto pertencem à casa da segunda foto, na rua dos quinteiros. E a porta que diz "AD" é do lagar. Já lá pisei muita uva...

at ento disse...

Olá caro jf.
Melhor sugestão, é quase impossível, eu subscrevo inteiramente, pois a rua dos Quinteiros tem espírito, a beleza da pedra e a elegância dos volumes e a familiaridade das gentes que aí nasceram. É Parambos no seu melhor!
Saudações com amizade.
At Ento

at ento disse...

Olá caro Anónimo.
Conheces e sabes do que falas, pois se por lá andas na pisa das uvas que deram de certeza uma boa pinga.
Bons Tempos?
foi bom recordar p+elo menos.
Saudações com amizade.
At Ento

Anónimo disse...

Olá!
Eu também conheço tudo.Se não estiver enganada, foi aí nessas escadas que estudei, com a Ju, para fazer a comunhão solene.
A gente tinha que saber o catecismo de cor e salteado.Bons momentos!Um beijo com muito carinho para a Ju, adorável catequista!
Aliás, ela, seus irmãos e mãe serão das pessoas mais bondosas de Parambos!
Clarinda

Anónimo disse...

olá,
Que belo momento ...Subi bastantes vezes essas escadas para visitar a minha avó Aninhas!
Foi muito agradavel também, relembrar alguns momentos de brincadeira com os meus primos nessa casa...
jinhos

Anita

at ento disse...

Olá Anita.
Bem vinda.
Que belo momento este em que recordas o lugar e as pessoas que foram importantes para ti.
Todos partilhamos agora a tua recordação que é decerto uma memória de manter viva.
Saudações com amizade.
At Ento