15 maio 2008

"13 de Maio em Parambos"

O Mês de Maio sempre foi o mês de Maria, cá na aldeia. O mês das mulheres e da "canalha miúda" ir rezar o terço, todos os dias pela tarde, hora da sesta. O altar da Senhora de Fátima sempre com flores, que em Maio abundam e assim a Igreja por esta altura cheira a rosas.


A Procissão das Velas foi ganhando destaque no coração da nossa gente, e hoje é uma imagem de marca da aldeia.




Assim o povo sai da Igreja com a Senhora e a acompanha numa visita pelas ruas da aldeia de Parambos e S. Pedro

Assim nesta noite há mais luz, pois cada um faz questão de juntar a sua chama à chama do vizinho e a sua voz a voz que a seu lado reza e canta, são momentos muito belos, em que a aldeia caminha ao mesmo passo.

A noite ganha também outro brilho e rivaliza com o céu em luzeiros que tremulam nas mão dos fieis.


Assim se cumpre mais um dia e a tradição da Procissão das Velas vai-se cumprindo e aqui ficam estes momentos, para quem não pode estar cá, os apreciar.


At Ento

3 comentários:

Anónimo disse...

Obrigado ao At Ento por mais uma vez nos proporcionar (nós que estamos ausentes) imagens do que se passa na nossa querida aldeia.

eduardo disse...

Foi uma procissão em que as pessoas da freguesia compareceram em massa mesmo com o frio que estava, rezou-se e cantou-se em voz alta, em que a voz dos homens se ouve melhor do que a das senhoras.

Anónimo disse...

Não sei se ainda se canta aquele cântico, no dia 13 de Maio, que eu adorava: "Aceitai estas florinhas que nós aqui vimos trazer, vimos trazer.
E na hora da nossa morte, vinde-nos , ó Mãe, valer...
Grande dia, grande noite de velas!
Saudações para todos.
Clarinda