08 maio 2008

a Nossa Aldeia, a rua e as casas (2)


Vamos hoje dar continuidade ao passeio pelas ruas e canelhos da nossa aldeia, olhando as casas.

Hoje vamos descer, do ponto onde começamos na primeira publicação, em direcção ao centro da aldeia.

Olhando o contraste que daqui se nota entre a pedra e a paredes caiadas ou pintadas à cor do lugar, verde, ou mesmo onde o tom da marca do tempo se faz notar


Os toque de reconstrução, valorizando os materiais tradicionais, a pedra, e os enquadramentos estéticos de projecto pensado hoje.


Aqui o tempo vai deixando crescer a figueira no quinteiro.



A brancura da "cal" sobrepõem à rusticidade da pedra, dando um toque de luz ao "Canelho"


Uma casa que, para ser vista, tem mesmo de se entrar no "Canelho"
Não é difícil identificar? ou talvez sim! Fica o desafio, enquanto se passeia o olhar pelas imagens, que retratam a nossa aldeia.

At Ento

5 comentários:

Anónimo disse...

Simplesmente belo como sempre, só e pena aquele contraste de pedra da parede da garagem ao lado da cassa do Srº Fernando não ter ficado a condizer com a casa.

João Seixas disse...

Olá,
por mim a recuperação do velho seria sempre que possivel em pedra, pois mantinhamos as tradições, e consumiamos do que se produs na região.
Na minha opinião até a calçada seria toda em pedra.
Saudações Leoninas para todos os Paramboenses,

João Seixas (Gaia)

Helder Seixas disse...

Boas,

"Post" à parte,
não se esqueçam que temos que apoiar o Sporting na final da Taça.


Todos somos poucos, não se atrasem porque os bilhetes são escassos.

Saudações Leoninas

Blue Eyes disse...

Olá At Ento:

É bom vir aqui conhecer os recantos de Parambos...ainda tem bastantes habitantes, em comparação com outras aldeias do nosso concelho. É bom que do velho se faça novo...e que algumas casas se requalifiquem.

Bom fim-de-semana amigo.

eduardo disse...

Cada vez mais se está a recuperar a beleza das casa já que muitas delas os nossos antepassados escondiam-na com tinta e cal.
Pena é que no canelho da figueira(beco da Dialina) a casa em pedra da Sra. Teresa Félix está a cair.
Quanto ao desafio, a casa de que se fala a é do Manuel João Gomes e esta foto foi tirada da varanda do meu tio António Rebelo.

Saudações LEONINAS