25 maio 2008

A Procissão, no Dia do Corpo de Deus, em Parambos (2)

Voltamos à reportagem que temos vindo a mostrar sobre a Dia do Corpo de Deus em Parambos.
tínhamos ficado no Chôpo, hoje descemos a Rua Dos Quinteiros, Rua dos Rebelos e Rua da Vitória em direcção ao Fundo do Povo.

São ruas muito características da nossa aldeia, pois sente-se o tempo por aqui, na pedra que orgulhosamente guarda histórias da vida, e uma serenidade de todos os tempos.


Agora assiste ao Passeio do Corpo de Deus e do Povo que dá vida e sentido a esta manifestação do sagrado.
Chegados ao Fundo do Povo, aqui abre-se a subida que leva a o alto...


E o Povo sobe fazendo coro aos canticos, nem pensa na subida...


Pois ela faz parte da sua lide diária, "andar para cima e para baixo" consoante os afazeres...
Mas hoje o passeio é mais agradável, pois num dia santo não se pensa em trabalho...

É tempo de bem receber os amigos que aparecem...

Ou simplesmente pensar na vida enquanto se cumpre o o dia de hoje...

E Como as coisa importantes devem ser bem contadas, e melohor apreciadas, amanhã continuamos... não percam pois o próximo capítulo.


At Ento

4 comentários:

Xo_oX disse...

Grande reportagem! Parabéns.
Este ano, com muita pena minha, não pude acompanhar as celebrações do Corpo de Deus nem no concelho de Carrazeda nem Vila Flor.
Parece que esta tradição de enfeitar as ruas está ainda com bastante pujança e não desaparecerá rapidamente. Já estou à espera do próximo ano.
Um abraço para o At ento e muito apreço para a população de Parambos.

at ento disse...

Olá Caro amigo XO_OX.
Este ano cá a nossa aldeia engalanou-se de forma muito airosa e arejada e foi muito bonito de viver, mesmo chovendo, a aldeia respirava formosura que irradiava um brilho que nenhum dia ensolarado consegue dar e nós modestamente conseguimos estes momentos muito intensos, pelo menos para quem os viveu.
É sempre bom ver-te por aqui. também estranhamos não vermos reportagens deste dia nos teus muitos Blogs.
O nosso abraço com saudações e amizade.
At Ento

Anónimo disse...

Olá!
É pena, mas já não conheço algumas pessoas que participam na procissão.
Mas gostei de ver: parece que estou também a percorrer as ruas de Parambos, embora a rua seja sempre a mesma- a rua da Vitória. Parambos será sempre uma vitória.
Saudações cordiais
Clarinda

at ento disse...

Olá Clarinda.
E este ano estava tudo articularmente belo. O tapete de flores não despegava saindo da igreja, dava a volta à aldeia e voltava, foi lindo de ver.
Havia lá pessoa de fora que visitavam amigos, mas a maior parte das pessoas são nossas conterrâneas.
saudações cm amizade.
At Ento