10 abril 2008

A Loja da Virginia, em Parambos

Hoje vamos mostrar um lugar de comércio que por cá é conhecido como a "Loja da Virgínia"



...
um sitio onde se pode "matar" a sede ou apenas estar por aqui passando o tempo


...


"Matar" saudades de objectos que já pouco se vê, mas que aqui estão expostos, e se ligam às tarefas que antigamente eram apanágio das nossas gentes e das suas artes de trabalhar a terra

...

Este comércio é, fruto do trabalho, do casal Dario e Virgínia. O senhor Dario, um açoriano que adoptou Parambos para constituir a sua família e que por cá se sente como na sua terra.



At Ento

9 comentários:

sofia m disse...

É sempre bom rever gente amiga!
Um abraço.

Beto disse...

Parabens ao S. Dário e S. Veginia pelos seu já longos anos de taberna na nossa terra antes na casa que era do S. Manuel Pinto agora Garagem do André onde nesse tempo se passaram belos momentos com os nossos amigos em que os tempos de hoje já não são o que eram. Era um espaço pequeno mas de respeito e educação que o S. Dário sempre soube impor e que nunca nos disse que não a nada sempre bem disposto e a fazer-nos as vontades.
Felicidades para ambos e que se mantenham por muitos mais anos a vontade de bem servir.
Ainda falta aqui a sua camiotena Bedford cinzenta com que nos levava para as festas.

Helder Seixas disse...

Bem haja, por este belo Post, Temos aqui presentes duas pessoas com uma boa disposição permanente, e sempre disponiveis para servir mais um copo.
Estou a lembrar-me de algumas noites de 23 de Agosto em que as tantas da madrugada, nunca souberam dizer não aos que cantarolando no largo do Choupo e com a secura natural do esforço para que as melodias saissem bem e não satisfeitos com a "àgua do Parambos" nos brindavam com umas cervejinhas fresquinhas sempre com um "se precisarem digam que eu desço",
bons tempos estes e os das madrugadas seguintes ao dia de S. Bartolomeu.
muito obrigado,
Saudaçoes amigas,
helder Seixas

Ite disse...

Como é bom ir ao nosso site da aldeia mais sportinguista e rever gente que já não vemos a anos, principalmente os meus primos, Virgínia e Dario. Não esquecendo também muitos amigos inesquecíveis que já por cá passaram .
Um abraço, sempre sportinguista, para todos.

clarinda disse...

Olá!
Gostei de ver uma das pessoas mais importantes da minha vida: a Virgínia.
Eu e o meu irmão andávamos sempre com ela: ela fazia parte de nós e nós dela. A Virgínia, por nossa causa, já sofreu muito,pois para nos proteger quando caímos de uma escada, magoou-se ela.
Um grande beijo para ela e saudações para todos.

at ento disse...

Olá caro(a) conterrânea(o)s.
Ite, Clarinda; Beto, Helder e Sofia
Tantas memórias e tão belos momentos que partilhais connosco. É muito belo, os momentos que descreveis e que nos convidam a recordar tempos que forma e não se esquecem, mais agora que ficam aqui para que todo o mundo saiba que aconteceram...
Uma homenagem que a Virgínia e o senhor Dario merecem.

Saudações com a nossa mizade.
At Ento

Linito disse...

Um grande abraço para o Sr. Dário, a Srª Vergínia e para os filhos, Zelito e Tito.
Linito.

Daniel disse...

Bons tempos em que nos juntavamos todos para jogar o Chincalhão, alguns nem idade minima tinham para estar na taberna.
Inté,
Daniel

Anónimo disse...

É um prazer rever imagens dos meu primos Dário e Virginia, ainda recordo com saudades das nossas conversas e passeios. Beijos da prima do Brasil.

Nair