29 abril 2008

De novo na Borraceira, um percurso sempre diferente


Hoje vamos mostrar mais uma caminhada pela BORRACEIRA, pois nunca é demais falar do que é majestoso e infinitamente belo, toda esta paisagem que se aonga para além do rio TUA.


Simplesmente bela, esta parte do Reino Maravilhoso que Miguel Torga num dia inspirado chamou, ao Trás Os Montes para cá do MARÃO virado ao DouroTua



E as fragas? sentinelas do tempo que ali estão para nos desafiar a uma escalada ou simplesmente nos oferecer um pouso de observação.






Mas há fragas que ultrapassam as nossas expectativas e nos surpreendem sempre como uma obra inacabada, que a natureza vai burilando para nosso encanto.






Uma pose aqui é, para recordar sempre. Chegar aqui é uma caminhada cheia de deslumbramento, pelas paisagens que nos enche o espirito e, recarrega as pilhas da saudade. não percam numa próxima oportunidade de "espraiar" por estas paisagens


At Ento

13 comentários:

jorge floriano disse...

um abraço a todos aqueles que aparecem nestas nossas belas paisagens,que eu gostaria muito de um dia ir lá, não as conheço pessoalmente

Blue Eyes disse...

Olá At Ento:

Torga retrata o nosso Trás-os-Montes como ninguém...mas levando à letra a velha máxima de que uma imagem vale mais do que mil palavras,'cá' estás tu a presentear-nos com mais uma bela reportagem. De facto as formas que a natureza toma são de uma beleza extraordinária!

Fica bem amigo...bom feriado!

at ento disse...

Olá Jorge Floriano.
Não percas, pois é um passeio que muito nos conforta pelas paisagens que se apreciam. E estas paisagens estão lá sempre à espera de serem admiradas.
Saudações com amizade.
At ento

at ento disse...

Olá Blue Eyes.
Não é só Miguel Torga, Grande entre os Grandes, que apreciou este paraíso, ele apenas criou este Reino Maravilhoso e tu com as tuas palavras ..."De facto as formas que a natureza toma são de uma beleza extraordinária!"... só mostra que cada transmontano interiorizou esse reino e o valoriza como ninguém.´
É simplesmente extraordinário.
Saudações com amizade.
At Ento

Anónimo disse...

Belas paisagens eu mesmo já as vi do local. Iremos perdelas daqui a poucos anos com a construção da barragem.

piloto disse...

Digam ñ a barragem.

Miguel disse...

Olá atento,mais uma vez parabens por esta partilha de imagens realmente fantásticas, que mostram bem a beleza do agreste e fantastico quadro k a mãe natureza se encarregou de pintar e que alguem quer ajudar a destruir,mas claro temos que aproveitar para ir disfrutando em quanto se pode,como tu fizes te (e em excelente companhia) e aqui relatas mt bem. Saudações verdes.

Anónimo disse...

Gostava que me informa-se onde fica exactamente esta fraga e como se faz para lá chegar?
Um admirador da natureza

at ento disse...

Olá Miguel.
Para a próxima... estamos a tua espera, não percas pois caminhar é connosco e em boa companhia de preferência, põe lá na tua agenda.
Saudações verdes com a nossa amizade.
At Ento

at ento disse...

Olá caro Anónimo, admirador da natureza.
Esse é o nosso lema, observar, ver fruir e não perturbar nem danificar e claro divulgar pois o que é belo para nós será porventura também belo para os outros.
Este ponto, Pedra, não tem endereço, é na Borraceira e depois é a descoberta, o que dá muito mais intensidade, claro que é dificílimo dar com este canto, o melhor é aparecer por aí e falar com as pessoas, se for um dia de não trabalho, há sempre alguém para uma caminhada.
saudações com a nossa amizade.
At Ento

at ento disse...

Olá Piloto.
...de Carrazeda, com costela em Parambos? bôa!
Pois como pareces estar atento, já deves ter percebido que aqui defendamos a natureza e a beleza do Vale do Tua, já o dissemos aqui e divulgamos o baixo assinado numa postagem especial.
Por nós, a barragem, seria uma série de pequenas barragem de armazenamento/reserva de água, que nunca "afogasse" a linha de ferro.
Boas viagens sempre.
Saudações com a nossa amizade.
At Ento

Anónimo disse...

Olá At Ento.
Parabens pelo belo trabalho que tens feito pela nossa TERRA.
Depois de ver as imagens reparei que uma é sobre o vale do rio Tua.
Vale esse que pode vir a desaparecer.Por esse motivo, pensei em fazer a viagem de metro,
mas por mais devagar que ande, não se poderá parar em zonas que pedem um olhar mais "At Ento".
E pensei, porque não fazer Tua/Brunheda a pé?
Embora não se ande na linha com a facilidade que se anda em caminhos,mas mesmo não sabendo os km que tem esse trajecto,penso que se pode fazer numa manhã.
Lanço o desafio.
António João

at ento disse...

Olá António João.
Belas palavras para tão belas paisagens e magnificas terras de Parambos. O Vale do Tua merece toda a nossa atenção, por ser tremendamente desafiante para aventura pedestre, ciclo-pedais o todo o terreno, é uma infinidade de sensações a cada cimo de monte, pois há sempre mais um outro.
O teu desafio é irrecusável, aconselho-te a veres o Blog "Descobrir Vila Flor" do nosso amigo XO_OX,(está aí no lado direito é só clicar) que já fez esta Primavera três Percurso pelo Rio de Mirandela à Brunheda. Mas daqui, Brunheda, à foz do Tua não chega una tarde, isso é para chegar ao S. Lourenço, não?! para fruir a caminhada,
Mas esperamos fazer esse percurso um dia destes, vamos pensando em fazer um grupo de Fim de semana.
Saudações com a nossa amizade verde.
At Ento